FAS participa de reunião da Câmara Técnica de Alta Complexidade da Assistência Social Estadual do Espírito Santo

Na última quarta-feira, (13/04) a Fundação de Assistência Social (FAS) compartilhou boas práticas na reunião virtual da Câmara Técnica da Comissão Intergestora Bipartite (CIB) da área da assistência social do Estado do Espírito Santo.

O objetivo do encontro foi buscar referências de experiências interessantes e alternativas no âmbito da Proteção Social Especial de Alta Complexidade, como programas/serviços de famílias acolhedoras, guarda subsidiada, cuidadores domiciliares, dentre outros.

A reunião contou com a presença da diretora de Proteção Social Especial de Média Complexidade, Jamila Tassemeier e da gerente da Diretoria de Gestão do Sistema Único de Assistência Social (DGSuas) Ana Paula Pereira Flores, que trouxe dados sobre o Programa Guarda Subsidiada (PGS) no município de Caxias do Sul (RS), regulamentado pela Lei Municipal nº 8.680/2021.

O convite foi feito pelo psicólogo Lutz Franthesco da Silva Rocha, da Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades) do governo do Estado do Espírito Santo, com a participação, também, Andressa Tavares, gerente de Proteção Social Especial/Setades/ES, Ramon Ribeiro, psicólogo/Setades/ES e os(as) membros(as) do Colegiado Estadual de Gestores de Assistência Social do Espírito Santo (ES).

A presidente da FAS. Katiane Boschetti destaca a relevância do trabalho executado pela assistência social de Caxias do Sul, que serve de inspiração para outros municípios.

“Para nós é uma honra e uma alegria ter esse reconhecimento, que demonstra a qualidade do trabalho que nossos servidores e servidoras tem desenvolvido em todos esses anos”, ressalta Katiane.

Participaram também as servidoras da FAS, Vanisa da Silva Raber, assistente social da DGSuas/Vigilância Socioassistencial Proteção Social Especial de Alta Complexidade (PSEAC)/Serviço de Família Acolhedora (SFA) e Samile Bossardi, psicóloga, DGSuas/Vigilância Socioassistencial Proteção Social Especial de Alta Complexidade (PSEAC), além de representantes dos municípios de Xanxerê (SC) e São José do Rio Preto (SP).