FAS apresenta boas práticas em Novo Hamburgo

O encontro reuniu gestores de assistência social dos estados do RS, SC e PR

Na última quarta (27/04) a Fundação de Caxias do Sul participou do 22º Encontro Regional do Congemas da Região Sul, na Universidade Feevale em Novo Hamburgo. O evento, que reúne gestores do RS, SC e PR, é promovido pela Famurs, pelo Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social – (Coegemas/RS) e pelo Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas).

Durante o encontro, foram debatidas as particularidades do balanço do SUAS da Região Sul, com uma avaliação dos impactos da Emenda Constitucional nº 95/16, além de discutir sobre desproteções, a crise no setor agravada pela pandemia, as contrarreformas adotadas nos últimos anos e as rupturas do Pacto Federativo, cujo principal feito é o congelamento de expansões de serviços e ações para a população em vulnerabilidade social.
O encontro do colegiado contou com painéis temáticos; oficinas sobre novas estratégias, inovação em gestão e trabalho social; e o balanço do sistema na Região Sul, abordando impactos da crise, fome e desigualdade social.

A presidente da FAS, Katiane Boschetti da Silveira, acompanhada das diretoras de Proteção Social Básica, Jovane Fochesatto e de Gestão do SUAS, Ana Maria Franchi Pincolini e da gerente de Gestão do SUAS, Ana Paula Pereira Flores apresentaram oficinas temáticas.

A primeira oficina apresentada foi sobre o projeto “Ser Jovem Cidadão”, dentro da temática Trabalho Infantil e novas estratégias de enfrentamento; a segunda, com o projeto “Eu conto, todos contam”, com o tema Desproteções socio-territoriais e atuação intersetorial e Questões Étnico-raciais, de gênero e diversidade do SUAS e por último; “A vigilância socioassistencial como estratégia de transparência dos dados públicos de assistência social”, no tema Vigilância Socioassistencial e Territorialidade.

“Encontros como este são de suma importância, pois podemos nos olhar enquanto região, política de assistência social, nos fortalecer, fazer trocas e aprender novas práticas. Foi uma honra para nós representar o governo municipal e os trabalhadores do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) de Caxias do Sul, e ter a oportunidade de compartilhar com os demais estados essas três boas práticas, que financeiramente não tiveram custos, mas com grande impacto na vida dos usuários.”, conta a presidente da FAS, Katiane Boschetti da Silveira.

“Apresentar o projeto intersetorial, ou seja, saúde, educação e assistência social, com apoio das demais políticas o projeto “Eu conto, todos contam”, é a oportunidade de divulgar a forma e a importância do trabalho transversal, voltado para a diminuição do abandono escolar por meio de desenvolvimento e ações estratégicas diversificada, considerando o interesse e necessidades dos envolvidos” ressalta a diretora Jovane Fochesatto.

Na apresentação sobre os dados da FAS, as servidoras Ana Maria Pincolini e Ana Paula Flores falaram da importância das cidades olharem no espelho dos seus dados e lembram que tais dados não são só números: eles representam pessoas, famílias, atendimentos, processos de trabalho, representam a vida de quem necessita de proteção social e dos trabalhadores que são a principal ferramenta de proteção social.

O evento iniciou na terça e teve como objetivo debater sobre os reflexos da atual crise e fragilização do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), especialmente pelo desfinanciamento nos municípios e o agravamento da desigualdade e de ampliação das demandas por proteção social da população.

O Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), entidaderepresentativa dos municípios brasileiros na assistência social, organiza, de forma permanente, encontros regionais e nacionais de gestores municipais. Os encontros regionais são espaços preparatórios para o encontro nacional, que este ano será realizado em Foz do Iguaçu, no Paraná, de 8 a 10 de julho.